Oxitec recebe prêmio Empreendetec por trabalho com o Aedes do Bem™

Jorge Espanha comemora com o troféu na mão durante a cerimônia de entrega do 8º Prêmio Empreendetec (Foto: Alexandre Carvalho/Divulgação)
Prêmio entregue pela ESALQTec, incubadora da ESALQ-USP, reconhece espírito inovador do mosquito geneticamente modificado para combater o Aedes aegypti

A Oxitec foi a vencedora do Prêmio Empreendetec 2017 na categoria empresa. O reconhecimento foi concedido pela ESALQTec, incubadora tecnológica da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP).

A premiação foi anunciada em cerimônia na noite de ontem no Parque Tecnológico de Piracicaba, no interior de São Paulo. A Oxitec tem no município sua fábrica de grande escala para produzir o Aedes do Bem™, o mosquito geneticamente modificado que foi capaz de eliminar 80% da população do Aedes aegypti em projetos realizados na cidade.

“O Prêmio Empreendetec é um reconhecimento a quem inova. A escolha pela Oxitec tem como base seus resultados com o Aedes do Bem™, que combate o vetor de doenças que causam muitos malefícios, mortes e elevados custos diretos e indiretos”, afirmou Sérgio Marcus Barbosa, gerente-executivo da ESALQTec. “A Oxitec, além disso, tem investido significativamente no Brasil e gerado empregos em Piracicaba”.

Jorge Espanha, diretor-geral da Oxitec do Brasil, definiu a premiação como “importantíssima” para a empresa. “A ESALQTec tem a chancela da maior escola de agronomia do país e a chancela da USP, uma das maiores e mais importantes universidades do mundo”, afirmou. “O prêmio é também um reconhecimento pioneiro aos nossos colaboradores, que desenvolvem e executam esse trabalho no Brasil.”

Ousadia incubada

Essa é a 8ª edição do Prêmio Empreendetec. Na categoria profissional, a ESALQTec entregou o prêmioa José Augusto Tomé, co-fundador da AgTech Coworking e AgTech Garage, iniciativas de incentivo ao empreendedorismo no agronegócio.

Ao receber o prêmio no evento no Parque Tecnológico, o diretor-geral da Oxitec enalteceu o papel da ESALQTec em seu papel de estimular a inovação em iniciativas que saltam da academia para o mercado.

“Receber um prêmio vindo de uma incubadora de empresas é uma honra muito especial para a Oxitec, que foi criada também dentro de um sistema de incubação, na Universidade de Oxford”, afirmou Jorge Espanha. “Depois disso, a empresa ganhou independência, cresceu e juntou-se ao maior provedor do mundo de soluções em biologia sintética, a Intrexon Corporation. Mas se, lá atrás, em 2002, a Oxitec não tivesse tido o auxílio de um programa de transferência de tecnologia criado por uma universidade, talvez essa trajetória de sucesso não pudesse ser contada hoje.”